Daily Archives: 1 de fevereiro de 2019

1 post

Eu nunca vou me esquecer #parte2

Eu nunca vou me esquecer do dia que você pediu a música  “fuik” no carro, e demorou pra eu perceber que era a música Freak do Silverchair que você queria, e a partir daí foi escolhendo as músicas para escutar no carro. No nada: – “mamãe coloca a culpa deve ser do sol”. E depois pediu Sarandupió. E do nada, um dia, pediu pra ouvir o Panic Disco ahahaha. E não vou me esquecer do dia que você disse que eu “ia perder o direito” se eu gritasse com o papai.

Eu nunca vou me esquecer de você contando os números: cem, duzentos, trezentos, quatrocentos, cincocentos. Ou quando você se assustou e disse: mamãe, eu fiz um susto rs. E quando você disse no carro que o castelo era fascinante e a Kumi impressionante.

Eu nunca vou me esquecer das orações que você faz antes de dormir. Quando agradece pela casinha, pelas frutas e pelo arroz, pelos avós, tios e padrinhos. Pela presença, pelas brincadeiras, por nós. Eu sei que não vou me lembrar das palavras exatamente, mas eu nunca, nunca vou me esquecer do que senti e sinto nesses momentos.

Não vou me esquecer que seu olho está “abrido e a luz tá ascendida”, que você pediu a música “nosusharica” e quando eu pedi pra você cantar a música, porque eu não tinha ideia de qual era, você cantou direitinho Come Together dos Beatles. 

Eu nunca vou me esquecer que precisou você vir ao mundo pra me mostrar os Beatles.

Eu não vou me esquecer nunca você falando: “eu pinti dentro do vê”. Mamãe vai “geladar” o meu papá (ao invés de esquentar ahahah), eu já erguei as calças. Essa mistura de verbos é tão linda, embora você fale muito bem, eu amo quando acontece esses errinhos.

Não vou me esquecer nunca, quando você viu uma foto da sua turma nova da escola de São Paulo e me disse o nome de todos os amigos. Detalhe: nome e sobrenome. Julia Nogueira, Mateus Oliveira, Mateus Leme, Mariana Leticia, Davi Rodrigues e por aí foi, o nome de todos. Parecia a professora fazendo lista de chamada ahahaha

Tantas coisas eu não vou me esquecer, e escrevo pra caso aconteça, reler e sorrir. O sorriso mais doce e genuíno, de ter um serzinho como você nas nossas vidas.