Ser um adulto.

Chega uma época da vida que a gente se torna oficialmente adulto. De repente as pessoas esperam de você uma atitude séria, de gente grande. Você se ve pensando em qual candidato votar. Você pára e de repente faz sua primeira dívida parcelada. Isso sim é coisa de adulto. Chega seu cartão do banco e seu primeiro talão de cheque. Você se vê programando o dia depois de amanhã, porque o amanhã já está programado desde ontem. Acordar, trabalhar, resolver problemas, pagar contas, tomar decisões, o dia acabou. A semana passou. E a célebre frase “o tempo está voando” nasce pra você. Você se vê envolvido a obrigações, responsabilidades. Ahn, a responsabilidade. É ela que vai ajudar você a seguir seus caminhos.

Enfim, crescemos. Nos tornamos independentes, pagamos aquelas dívidas feitas e adquirimos outras novas. Nos relacionamos, aprendemos a compartilhar decisões.

Eu tinha alguns pré-conceitos sobre se tornar um adulto. Eu sempre achei que iria me tornar “gente grande” quando usasse uma bolsa de gente grande. Quando eu pudesse levar o cartão do convênio médico na minha própria carteira. Eu sempre via esse momento com os melhores olhos. Ninguém me disse que pra isso eu teria que mudar de emprego se eu quisesse melhorar de vida. Ninguém me disse que eu teria que aprender a conviver com novas pessoas diariamente, não que isso não seja bom, mas é que “o de sempre é tão melhor”.

Ninguém me falou que eu precisaria aprender a falar baixo, a não rir quando não pode. Eu sempre rio quando não pode. Eu pensei que quando eu aprendesse a segurar a risada, eu me tornaria oficialmente um adulto. Mas daí veio a descoberta: não importa o quanto crescemos, ou envelhecemos. Continuamos sempre agindo como crianças. Sempre. Jovens.

CRECER…

É ser cada dia um pouco mais de nós mesmos.

É dar espontaneamente sem cobrar inconscientemente.

É aprender a ser feliz de dentro para fora.

É buscar no próximo um meio de nos prolongarmos.

É sentir a vida na natureza.

É conseguir a calma na hora do caos.

É termos sempre uma arma para lutar, e uma razão para irmos em frente.

É saber a hora exata de parar e buscar um algo novo.

É não devanear sobre o passado, mas trabalhar em cima dele para o futuro.

É reconhecer nossos erros e valorizar nossas virtudes.

É conseguirmos nossa liberdade com equilíbrio para não sermos libertinos.

É sabermos que nada nem ninguém é totalmente bom ou mau.

É exigir dos outros, apenas o que nós damos a eles.

É realizar algo edificante.

É sermos responsáveis por nossos atos e por suas conseqüências.

É entender que temos espaço de uma vida inteira para crescer.

É nos amarmos para que possamos amar os outros como a nós mesmos.

É assumirmos que nunca seremos grandes,

Mas que o importante é estarmos sempre em crescimento.

(autor desconhecido, se alguém souber, me avise).
Imagem daqui.

6 comentários em “Ser um adulto.

  1. As mudanças são sempre chatas e nos assustam, mas depois que vc “vira adulto” vc perde um pouco o medo delas 🙂
    Mudar de emprego é o meu terror até hoje. Não gosto nem de pensar! Já meu marido muda por vontade própria de 2 em 2 anos! ele não suporta ficar sempre no mesmo lugar!
    Quanto às compras… até hoje eu não parcelo. Só parcelo se é extremamente necessário…tipo comprar carro ou casa. Senão, eu junto o dinheiro e espero até ter tudo a vista pra pagar!hehe

  2. Báh Nanda tá com crise existencial?! rsrsrsr Não adianta guria tem sempre um dia em que nós damos conta de que não dá pra adiar a chegada ao mundo adulto… mas não podemos mesmo perder a criança dentro de nós… juventude é coisa de espírito mesmo, conheço gente que já nasceu com 100 anos rsrsrs
    Boa sorte pra ti nesta nova fase e que te traga muitas descobertas encantadoras!
    estrelinhas coloridas pra ti….
    Mi

  3. Eu tenho preconceito em crescer. Tenho preconceito em ser adulto. E vou morrer com 98 anos tendo. Tenho síndrome de peter pan, sempre tive. Fazer o que????=]
    Florzinha, plis,plis, plis, dá uma olhadinha naquele lance dos arquivos lá do brógui??? Quero mudar o topo, mas não consigo, e nem usar a galeria, nem personalizar emoticons, nada…. enqto vc não fizer o lance do writable….=[
    Bjinho e boa semana!!!;)

  4. Ei Nanda!!! Voltei!!!!!!
    Pode fazer o favor de me RE-adicionar ai ???
    Saudade.. as coisas estão corridas? Tem escrito pouco… nem a vi mais no Gtalk… Espero que esteja tudo supimpa..

    Beijão. Aguardo sua visita. bye!!!!

  5. Fe, nem me fale em crescer . Pra mim foi pior ,quando eu achei que já estava crescida e que não precisaria tormar decisões mais séria ou que já tinha visto de tudo…eis que a vida me prova exatamente o contrário.
    Também vou passar por uma recomeço uma nova fase na minha vida…a volta para casa.
    Mas vamos juntos caminhando rumo ao futuro e fazendo do nosso presente o melhor pssível.
    Um beijão enorme

    Obs:Em dezembro estou indo para Resende então logo logo estarei de volta ao mundo do scrap´s e é claro nossas coversar animadíssima no msn.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo