Eu nunca vou me esquecer #parte3

Eu nunca vou me esquecer do dia que eu perguntei “Clarice, que música você quer ouvir?”, e você me respondeu “A culpa deve ser do sol, do Chico Buarque”. Desse jeitinho assim. E quando acabou, ainda me disse: agora Sarandupió.

Eu não vou me esquecer do dia que perguntei o que você fez na escola, e você me respondeu: escrevi Chase. Eu: Como? Você: Tê, i, e, esse, e. E do dia que voce soletrou google. Gê, ó, gê, gê, ele, e, e depois falou Gógle. Assim kkkk. E do dia que eu tive que adivinhar que música era we ser no susha ryca. Demorou até eu perceber que era Come Together, dos Beatles.

“He wear no shoeshine

He got”

Não vou me esquecer de ouvir você contando: cem, duzentos, trezentos, quatrocentos, cincocentos… milcentos, ops, não, é mil klkkkk

Eu não vou me esquecer das suas frases:

  • A luz não está apagada, está acendida
  • Tô com o olho abrido, mamãe
  • Mamãe, a Kumi é muito impressionante
  • Na oração antes de dormir: Obrigada pela batatinha, e pela dança do beat bugs com a mamãe
  • A gente indo para o shopping, você soletra: estamos indo para o cê, agá, ó, pê, i, eme, chópim kkkkk
  • Vendo a roda gigante que foi montada no shopping, você exclama: mamãe, igual o Ticket to ride.
  • Você dentro do carro: Uauuu, é fascinante, a casinha é um castelo (era uma igreja rs).
  • Eu gritando com o papai: mamãe, não fala assim com o papai. Você vai perder o seu direito kkkk
  • Mamãe, eu fiz um susto (quando se assustou com alguma coisa)
  • Senta que a mamãe vai esquentar o seu papá. Não, mamãe, você vai geladar o meu papá
  • Eu pinti dentro do vê

Eu não vou me esquecer quando você chegou da escola cantando. a música que um dia eu cantei também, e nem lembrava que ela existia:

Essa é a história da serpente

Que desceu do morro

Para procurar um pedacinho do seu rabo

Você também, você também

Faz parte do meu rabão

Eu nunca vou me esquecer da gente brincando de o que é o que é e você escolhe qualquer coisa e descreve perfeitamente a brincadeira. Não vou me esquecer de quando você inventou: o que é o que é, uma árvore bem grande que começa com a letra n: natal! kkkkk

Eu nunca vou me esquecer de quando você voltou a brincar com a tartaruga de fantoche e disse que ela se chamava Ramina. Eu achei lindo e você quis soletrar o nome dela. Agá, á. Oi? Com h? E você disse: é, Hamina é com agá, igual hambúrguer (leia-se com sílaba de erre no começo kkkk). Eu não vou me esquecer do quanto você gosta da sua sapinha Potato. Você leva ela para todos os lugares, desde um aninho de idade. E diz que ama, diz que é sua amiga, fala mais eu te amo pra Potato do que pra mim kkkk

Eu nunca vou me esquecer quando chegamos na porta do colégio Cene e você leu o site deles: uuu colégiocene com bri kkkk

Não vou esquecer as frases:

  • Espelho espelho meu, existe alguma criança que não gosta de comer massinha?
  • Mamãe, quero ir na picoleria
  • Tentando pegar meu celular: mamãe, finge que eu sou um adulto (eu falo que celular é coisa de adulto kkkkk)
  • Quando eu disse: Clarice, vem experimentar o tênis. Tênis não é de comer mamãe

Eu não vou esquecer você cantando e dançando a música de dia das mães:

E ver o mar quebrar, poder te abraçar

E antes de deitar imaginar quando vai ser

Quando eu te encontrar, velhinha no sofá

Cabelos de algodão e muita história pra contar

A mamãe registra tudo aqui para não esquecer desses momentos tão especiais e divertidos nas nossas vidas, que a mente uma hora vai esquecer e eu vou poder sempre relembrar. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo