Zermatt – Suíça

Decidi colocar os posts de viagem em dia. Toda viagem que eu faço eu incluo, por dia, uma nota no iphone sobre os melhores momentos. E isso me ajudou a lembrar de tantas coisas deliciosas para escrever aqui. Por isso que amo o iphone. Faz dois anos que escrevi, já troquei de aparelho duas vezes e elas continuam ali. Então, vou terminar os posts da viagem de 2011, depois da de 2012 e por fim contar a desse ano. Sejam pacientes comigo. É delicioso relembrar tudo isso!

No dia 04/05/2011 acordamos cedinho para buscar o carro alugado. Danilo levou o Bruno pois ele já estava com o carro alugado dele.  Eles chegaram na empresa e não tinha mais carros. Como assim? A moça misturando um italiano com espanhol tentava explicar que não tinha, mas a gente tinha feito reserva bem antes. E agora? De repente chega um senhor devolvendo uma Mercedes. E a moça falou naquele sotaque misturado: ou pega essa, ou vai a pé ahahahha bem legalzinha assim. Morrendo de medo Bruno pegou, no começo ficou assustado mas depois adorou a novidade e ficou pagando de tiozão na mercedes ahahaa

DSC_0269

Saímos cedinho rumo a Zermatt, na Suíça. De carro. Pensa numa paisagem INCRÍVEL. Os alpes do lado, aquelas montanhas lindas, casinhas fantásticas no meio da paisagem. Cenário de cinema. Quanto mais subíamos, mas frio ficava. Paramos várias vezes para tirar fotos. Parecia um sonho estar ali. No meio do caminho a estrada estava impedida por conta da neve. Tivemos que voltar e pegar um trem (o carro ia dentro do “trem”) que passa dentro da montanha para chegar no destino. Na verdade, chegamos no “pé” da cidade e deixamos o carro. Somente táxis do local pode te levar lá em cima, a estradinha é super perigosa (só passa um carro por vez).  Durante o caminho tiramos uma das fotos mais lindas de todas, uma das minhas preferidas da viagem:

DSC_0303

DSC_3153

DSC_3502

Subimos até a cidade e logo já avistamos a famosa Matterhorn (que significa Cervino), uma das montanhas mais conhecidas dos Alpes, fica “de frente” do Monte Branco (Mont Blanc). É a montanha que ilustra o logo da Paramount (a produtora de filmes) e o Toblerone (chocolate). Pensa numa vista fantástica. Estou escrevendo o post e as imagens estão perfeitas na minha cabeça.

DSC02278

Passeamos pela cidade, estava um frio danado, mas para os habitantes parecia calor ahahah pelo menos tinha gente só com uma malha. E eu toda encapotada. Tem várias lojas chiquérrimas na cidade (Cartier, Mont Blanc, Rolex e por aí vai). E nós, jantamos no Mc Donalds ahahahha Básico.

No dia seguinte acordamos cedinho para “subir” na Matterhorn. O maior cable car do mundo. 3893 m de altura. Pegamos um bondinho e dois teleféricos para chegar até lá em cima. Estava -5º. Que cena incrível, que lugar lindo. E ainda tem uma caverna de gelo lá em cima, entramos e estava -17º. Entrei, tirei foto e saí ahahah estava quase congelando lá dentro. E tinha um artista fazendo esculturas de gelo lá dentro. Super acostumado com a temperatura “amena” rs

Lá em cima tem uma lojinha também, com lembrancinhas e o melhor chocolate quente do mundo. Descemos e conhecemos mais a cidade (tem um cemitério de alpinistas lá – muitos não identificados até). Almoçamos em um restaurante de comida alemã – uma würst – basicamente salsicha frita e batata (o alemão é a língua oficial lá, mas muitos moradores falam português por conta da colonização). A noite jantamos em um pub super legal.

Suiça

Enfim, foram dois dias lindos nessa cidade encantadora. Simplesmente amamos. No dia seguinte sairíamos cedo de volta para a Itália, rumo a cidade Campino de Strenza, odne fica o Lago Maggiore. E com ela os últimos dias de nossa viagem maravilhosa.

Mais foto da Suíça aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo