#100happydays – 31º ao 60º dia

Já passei dos 2/3 do meu projeto #100happydays. Fiz o post dos primeiros 30 dias há quase dois meses. Estou achando tão legal fazer esse projeto. Tantas coisas legais já aconteceram. De grandes eventos a momentos simples que me fazem feliz. Eu queria fazer um balanço mais detalhado, mas vou deixar isso para o final. Por enquanto, eu queria compartilhar o que eu aprendi até agora com esse projeto diário.

Eu poderia dizer que já sabia o que iria dominar meu projeto, afinal amigos, família, minhas cachorras, meu marido, minha casa são realmente coisas que genuinamente me deixam feliz. Acho que é assim com a maioria das pessoas, né? No começo eu achei que seria muito fácil porque iniciei o projeto em um dos meses mais felizes desse ano para mim, com direito a férias, viagem, casamento, enfim, um combo de coisas boas. E realmente foi. Mas depois também percebi que são as coisas muito mais simples que fazem meu dia a dia feliz. E que não necessariamente eu preciso estar 100% feliz para encontrar um momento feliz no meu dia. Ou seja, eu posso estar triste com alguma coisa, mas ainda assim ser feliz. Como eu li no blog da Fê(liz com a vida) “é natural nos sentirmos tristes e de saco cheio de vez em quando. O que precisamos ter em mente é que a felicidade não é a ausência de tristeza, frustração ou de problemas e sim, a capacidade de enxergar tudo isso como parte de um processo de evolução necessário para todos nós. Você pode SER feliz, mas ESTAR triste por algum motivo. Emoções negativas são parte da vida e não devem ser evitadas e sim administradas e usadas como fonte de aprendizado”.

Tem dia que as coisas estão tão atribuladas, as horas passam voando, estamos atolados de trabalho, enfim, é difícil encontrar a felicidade quando o mundo está conspirando para levar embora o bom humor e o otimismo, né? Mas ultimamente tenho me sentido determinada em muitas coisas e mesmo nesses dias eu busco um momento feliz para registrar. Eu não tinha ideia de como um café, uma flor, uma sobremesa, fazer as unhas, essas coisas que as vezes passam despercebidas, como me deixam feliz. É sério!

Seguir outras pessoas fazendo o projeto também me inspiram muito. Pessoas que como eu precisam se esforçar diariamente para dar contas de tantas tarefas diárias, seja no trabalho ou dentro de casa, e cuidar da saúde, dos filhos, e ainda buscamos diariamente ser feliz. É, coleguinha, ser feliz exige dedicação, esforço. Eu estou me dedicando. Me esforçando. E você?

Ahn, mais 30 dias dos meus #100happydays aqui.

100happydays2

Um comentário em “#100happydays – 31º ao 60º dia

  1. Eu não entrei nesse projeto, com medo de ser mais um que eu iria largar no meio do caminho. Mas adoro acompanhar o projeto das amigas! Acho que é um esforço sim olhar pras coisas boas da vida ainda mais quando a vida não está tão tranquila assim. Pra mim tem sido um desafio ser otimista e ver o lado bom de tudo! Lindas suas fotos!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo