Carta para Clarice – mês 18

_dsc5170-copy

Minha filha,

Um ano e meio! 18 meses se passaram daquele 20 de abril de 2015. Rápido, intenso, incrível. Poderia escrever muito mais sobre todo esse tempo que já passamos juntos (que por sinal, parece muito mais), mas vou escrever sobre você. Você com um ano e meio é a coisinha mais incrível desse mundo. Sabida, esperta, dona de si, independente (se acha, né! rs) e linda. Como você é linda. Sério, é um absurdo a sua beleza. Por dentro e por fora, você é um serzinho de luz.

Essa fase de ter um ano e meio de vida é surpreendente. É muita coisa nova. Todos os dias você nos encanta com uma novidade. Aprendeu a colocar os sapatos, aprendeu a encaixar as argolas na ordem, a diferenciar os objetos das cartinhas, a reconhecer os animais do livro (TODOS). Sabe quem é o Mickey, a Minnie, o Pateta e o Pato Donalds. Você sabe, sabe tanta coisa meu amor. E isso é tão pouco perto detido que você ainda vai aprender e a mamãe já baba tanto.

_dsc5443-copy

Ter você em nossas vidas é uma mistura de êxtase e exaustão ahahahaha. É uma delícia acompanhar seu crescimento, desenvolvimento, suas descobertas. E sua personalidade. Eita menininha de personalidade forte. Sabe o que quer, e quer, como quer. Mas sei que essa fase é normal, e nós estamos aqui pra te direcionar, te mostrar que nem tudo é sempre como você quer, mas no final fica tudo bem rs.

Você é ainda um bebezinho, mas quer mostrar que já é moça. Que escovar os dentes sozinha, colocar sapato sozinha, andar sozinha (e correr né rs). Tanta energia para uma pessoinha de apenas 80cm rs

_dsc5699-copy

Falar (ou escrever) sobre você é uma das minhas coisas favoritas do mundo. É só dar uma brecha que eu e seu pai (e avó, avô, tia) tiramos o celular do bolso, mostramos fotos, vídeos, falamos de você rs coisa de gente babona mesmo. Mas é impossível não babar. rs Olha a doçura e a delícia que você é!

Claro que nem tudo são flores. Temos nossas noites mal dormidas, nossos ímpetos de mau humor (né!), os chiliques passageiros rs Mas eu me orgulho tanto do nosso jardim minha pequena.

Todas as noites agradeço a Deus pela sua saúde, sua inteligência, sua presença em nossas vidas. Eu, que mal sabia que queria ser mãe, hoje me descubro realizada com sua presença. Completa mesmo.

_dsc4978-copy

Que eu não me esqueça, minha pequena, de alguns pequenos detalhes e aventuras dessa fase da sua vida que enche meu peito de amor, minha alma de felicidade:

  • como gosta de “resolver” as coisas na cama: é só falar “vamos resolver” que você pega fogo, corre pra cama da mamãe e do papai rs
  • como gosta de dançar: tagarela, do Bita, Pai Francisco e Pintinho Amarelinho, da Galinha, Coça a cabeça, do Patati Patatá, Carangueijo não é peixe. E AMA girar, roda, roda e fica tontinha rs
  • como faz os gestos das musiquinhas: a florzinha abre e fecha, o pintinho amarelinho, os dedinhos, mindinho, seu vizinho rs
  • como gosta quando a gente coça suas costas: “coça, coça as costinhas, coça, coça a nenezinha”
  • como ama, AMA, os fantoches, nessa ordem: sapinho, gato (miau), girafinha. E recentemente se apaixonou pelo Mickey e a Minnie. Mais o Mickey rs
  • como gosta de colar os ímãs na geladeira rs e gosta que a gente fale muito bem toda vez que consegue fazer alguma coisa sozinha <3

Obrigada minha pequena pela sua existência, por sua perfeição do jeitinho que você é. A gente AMA até o infinito, duas vezes, ida e volta. <3 <3 <3

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao topo