O noivado

Então que eu deixei um post inteiro pra contar como foi esse dia lindo.

Acordamos cedinho e pegamos o trem para Versailles. Acho que muita gente teve a mesma ideia, o dia estava lindo, ensolarado, então os arredores estava lotado.

Chegando lá, logo vendo o portão do palácio, já dava pra imaginar a grandeza do lugar. Entramos pela lateral e demos de cara logo com os jardins, lindos, florido, cheio de verde.

Passeamos nos jardins, entre as árvores, vimos as fontes lindas, a música por todos os lados. Enfim, passeio inesquecível. Eis que o Bruno e a Lê decidem andar de  pedalinho barquinho, no lago. Todo mundo topou e foi mega engraçado ver o Thiago (meu irmão) e o Bruno apanhando dos remos. O Gui tirou de letra. E então, Bruno com todo seu romantismo, me entrega uma carta linda (como todos os anos desde que estamos juntos) e tinha uma frase no final, em frances: “Veux-tu m’épouser?”

Eu entendi na hora, e ele me entregou um anel lindo, e ali, no lago em Versailles, ficamos noivinhos. Eu não sabia de nada, foi uma surpresa linda. No dia em que completamos sete anos juntos ficamos noivos, em Paris. E a Lê (prima) no outro barquinho, filmando tudo (eu ainda não recebi esses vídeos, hein, Lê :P) , e o Gui, Ayira e Thi só olhando, todos já sabiam. Foi um dia lindo e eu vou lembrar sempre. Depois ainda fizemos picnic em baixo da sombra de uma árvore, com direito a baguete e cerveja francesa. E a gente é assim, feliz.

E em breve eu volto com os relatos dos outros 15 dias de viagem.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 pensamentos em “O noivado”